Mães que leem para os filhos é a nossa campanha em maio

Postado em qua-maio-2018

Estamos em pleno desenvolvimento do 18º Projeto de Leitura e a turminha já está aprendendo e se divertindo também com as inúmeras possibilidades que uma boa leitura é capaz de promover. E, agora, em maio, para aproveitar a onda do mês dedicado às mamães, iniciamos hoje uma nova campanha na escola: “Mães que leem para os filhos”. Sabemos que todas as nossas famílias  estão conscientes da importância de ler para a criança, como contribuição importante no desenvolvimento infantil, mas em especial, neste mês, nosso convite é para que transformem esta ação em prática diária. Queremos também estimular que outras mães do nosso convívio façam o mesmo e, assim, criarmos em torno da escola, uma grande rede de “Mães que leem para os filhos”.

Por isso, ao longo deste mês, iremos propor uma série de atividades, abertas às famílias, para que este ato traga ainda mais resultado prático para despertar o interesse e o gosto das crianças pelo ato de ler, que é tão importante no processo de formação de uma sociedade cada vez mais consciente, autônoma, criativa e pensante. Quando leem para seus filhos – as mães, em especial nesta campanha, mas isto abrange toda a família -, os vínculos se reforçam, assim como a imaginação e a linguagem infantil tão importantes na Primeira Infância.

Estudos da Parental Involviment in the Development of Children’s Reading Skill  indicam que crianças que ouvem histórias contadas pelos pais em casa têm um vocabulário bem mais rico do que crianças que não vivenciaram essa experiência. Também já se sabe que ler para os filhos contribui para a alfabetização, leva a uma maior motivação escolar aos sete anos, menores índices de repetência aos catorze e bons níveis socioeconômicos aos 42 anos, conforme vídeo da Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, especializada em desenvolvimento da Primeira Infância.

A leitura contribui para que a criança fique mais extrovertida e atenta às emoções das pessoas com as quais convive por meio da empatia que desenvolve com os personagens da história. Além disso, a leitura auxilia o processo de alfabetização. Entender a mensagem contida em uma história é tão importante quanto a alfabetização formal da criança. Sua compreensão se expande e ela consegue intervir no mundo com mais possibilidades de ser entendida e de compreender a realidade à sua volta.

Por tudo isso, a nossa campanha “Mães que leem para os filhos” pretende romper os muros da nossa escola e alcançar o maior número de mulheres possível. Então, acompanhem nossas postagens no Facebook, troque experiências com outras mães de seu convívio, reúna amigas para uma leitura conjunta com os pequenos e faça deste exercício uma prática diária, particularmente, neste mês. Temos certeza, que os momentos vividos com sua criança serão tão ínesquecíveis quanto as histórias.

Boas leituras!